Prevenção de lesão de Ligamento Cruzado Anterior

Todo mundo que pratica esporte já teve algum amigo ou companheiro de equipe que sofreu com esta lesão, pois estima-se que a cada 4 pessoas que jogam futebol em finais de semana, 1 deles já sofreu ou vai sofrer uma lesão de Ligamento Cruzado Anterior.

Saiba mais sobre a lesão do LCA >

O Ligamento Cruzado Anterior (LCA) anatomicamente apresenta origem na parede medial interna do côndilo femoral lateral e inserção central no planalto tibial, com trajeto caudal-medial-frontal, e compostos por duas bandas principais: a ântero-medial e a póstero-lateral.

O LCA tem como sua principal função a estabilidade do joelho, impedindo a anteriorização do tíbia com relação ao fêmur e também auxilia na estabilização rotacional.

Prevenção de lesão de Ligamento Cruzado Anterior 1

As lesões do LCA ocorrem normalmente após entorses do joelho durante a prática de atividade física. Durante este movimento, o fêmur e a tíbia “rodam” em direções opostas, torcendo as fibras do LCA, causando a ruptura de sua continuidade e consequente perda funcional.

Através do treinamento funcional é possível prevenir esta lesão, trabalhando principalmente as capacidades neuromusculares e proprioceptivas.

No treinamento fisioterápico com nosso protocolo exclusivo utilizamos 4 estratégias para a prevenção, após a avaliação computadorizada da marcha, que são elas:

Aquecimento Ativo:

O aquecimento deve desenvolver força em perna unilateral, flexibilidade dinâmica e aumento da propriocepção.

Estabilidade e Força excêntrica:

Trabalhar muito os movimentos unilaterais, principalmente saltos, que devem ser feitos frontal e lateralmente. Devemos desenvolver a força excêntrica, pois esta capacita a pessoa para aterrissar corretamente, absorvendo o impacto de forma gradual, sem sobrecarregar uma articulação.

Força:

Nesta estratégia se trabalha exclusivamente a força unilateral, principalmente através de agachamentos unilaterais, utilizando o peso do próprio corpo, e sempre com exercícios funcionais. Na corrida sempre se usa uma perna só de cada vez no solo, ou seja, trabalhando essa dinâmica o aluno aprende a fazer a força somente com uma das pernas de cada vez, mantendo o equilíbrio corporal.

Mudança de direção:

O momento em que mais ocorrem as lesões são nas fases de travagem e desaceleração do movimento. Por isso, o trabalho ensina o aluno a mudar de direção para que ele consiga mudar o mais rápido possível, sem que ocorra alguma lesão.

Algo muito importante: a propriocepção.

Fazemos isso tanto em solo, quanto com a utilização de plataformas instáveis, para que o aluno aprenda a controlar o seu centro de gravidade em uma perna só.

Com isso concluímos e vemos a importância do treinamento adequado, e como ele consegue ajudar e melhorar a qualidade esportiva, pois além de dar uma maior capacidade de praticar seu esporte, ele também pode ajudar a evitar um dos grandes medos de quem é ativo: uma grave lesão.

Referências:

Compartilhe essa informação!
Fisioterapia Brasília DF
Fisioterapia Brasília DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília-DF. Tratamentos fisioterápicos completos, com reeducação postural global e Pilates. Possuímos protocolos exclusivos para afecções do joelho e quadril, baseados na análise cinemática da marcha pelo Instituto Trata.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *